Translate

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

A volta para casa!

Dia 22 Dezembro 2012, às 20hs foi a cerimônia de retorno da escultura Nossa Senhora de Lourdes.
Nesses seus 86 anos de existência, essa foi a primeira vez que ela saiu do seu lugar.
Pelos agradecimentos emocionados, recebidos no evento, é possível dizer que consegui realizar um bom trabalho.

Leia mais sobre essa escultura e sua importância religiosa e histórica na postagem anterior a esta.
 http://viniciusribeiroescultor.blogspot.com.br/2012/12/vandalismo-na-historia.html



Obs: Para ver esta foto em tamanho maior, clique com botão direito do mouse e abra "nova aba"!

domingo, 9 de dezembro de 2012

Vandalismo na História!




A forma mais covarde de manifestação, a mais ignorante, provém dos que nada criam dos que querem aparecer à custa alheia.
Destruir até um débil mental é capaz.
Construir leva tempo, criatividade e esforço.
Em segundos é possível destruir anos de trabalho.
Da mesma forma, qualquer um pode pixar rabiscos, riscos e baboseiras...
Poucos podem grafitar desenhos em forma de Arte.


- "Gentileza gera gentileza!"
- "Parem o Mundo! Quero descer!!"
- "Em todo lugar há os seus Lenines, Stalines e Pinoches! Aqui é só o que se vê"
Foi se o tempo das frases filosóficas e protestos sensatos políticos, hoje proliferam os rabiscos...
Qualquer um pode com uma pedra, destruir algo!
Nem todos podem nivelar pedras levantando belas construções.
Menos ainda os que podem transformar a pedra,em Arte!

Digo essas coisas, pois estou restaurando, voluntariamente, a escultura da Nossa Senhora de Lourdes, agredida por um doente mental (literalmente) com uma pedra.
(Veja aqui a matéria:http://guiasaoluiz.net/2012/11/gruta-nossa-senhora-de-lourdes-e-alvo-de-vandalismo/)
(Veja aqui a localização do suspeito pela Polícia:http://guiasaoluiz.net/2012/11/suspeito-de-vandalismo-na-gruta-foi-localizado-pela-policia/)
Nos seus 86 anos na gruta (inauguração: foto ao lado em 12/12/1926), muitos joelhos prostraram aos seus pés, muitas mãos uniram-se em orações, muitos pedidos realizados para diversas gerações.
Nunca ouve, até então, nenhum tipo de vandalismo nela.

Ela é respeitada não só por católicos, mas também por evangélicos e ateus (talvez por que a maioria dos pais e avós deles rezavam junto a ela...).
A história dessa escultura é interessantíssima.
É fruto da promessa das senhoras da comunidade são-luizense, juntamente com Monsenhor Estanislau Wolski(veja busto que fiz dele e está na praça central de Roque Gonzales-RS) ao lado, para que não houvesse o confronto entre as tropas federais (governo) e as tropas comandadas por Luiz Carlos Prestes (Cavaleiro da Esperança) que permaneceram em São Luiz Gonzaga durante os meses de outubro, novembro e dezembro de 1924.
Foi daqui de São Luiz Gonzaga que partiu verdadeiramente a Coluna.
Prestes saiu de Santo Ângelo com um grupo reduzido, porém foi aqui que permaneceu durante quase três meses aguardado armamento (que não veio) e agrupando voluntários para formar, no VERDADEIRO sentido da palavra: uma Coluna.
Os "revoltosos" exigiam um pais melhor e o governo  exigia o respeito às leis e a ordem. São Luiz Gonzaga estava entre duas forças, pronta para explodir ou ser explodida.
O governo federal pretendia esmagar os revoltosos com o afamado "Anel de ferro".
O anel de ferro acabou sendo a primeira das tantas derrotas do governo para a genialidade estratégica do Prestes.





Monsenhor e as senhoras apelaram em emocionadas orações para Nossa Senhora de Lourdes, prometendo a construção de uma gruta com sua escultura, no local mais alto da cidade.
Pedido realizado, promessa cumprida!



Já comentei em postagem mais antiga sobre o que aconteceu após as orações(veja aqui: http://viniciusribeiroescultor.blogspot.com.br/2012/06/os-tres-misterios-fantasticos-que.html).
Coincidência? Acaso?
O fato é que precisamente daquele momento em diante nascia o gênio estrategista militar e sua Coluna Invicta! (As palavras ditas pelo próprio Prestes em entrevista dada ao Gen.Werneck no livro A Coluna Prestes comprovam o que aqui escrevo).
Meus irmãos santo-angelenses possuem o mui bem organizado Memorial da Coluna, juntamente com o monumento fantástico do mestre Oscar Niemayer homenageando o feito gigantesco; saíram como sempre na nossa frente, porém temos a história ao nosso lado e diante da história não há o que contestar.

 


Lamento ser um dos poucos defensores desse assunto.











(Veja Aqui:http://viniciusribeiroescultor.blogspot.com.br/2009/04/uma-pazada-de-terra-por-cima-da.html).


Aos poucos, com marreta e talhadeira vamos abrindo brechas nessa pedra que estamos incrustados.
Dia chegará que muitos somarão esforços e fortaleceremos como via produtiva, nosso riquíssimo turismo histórico/artístico e cultural.






Ao começar a restauração da escultura, presenciei a qualidade superior do material, feita em cimento (areia fina, cimento e ferragem). Uma das melhores que já vi, com riqueza de detalhes.
Encontrei e retirei seis camadas de tintas, estavam descaracterizando as feições da escultura (a cada nova pintura nesses 86 anos, uma camada de tinta por cima da outra).
Ela será pintada com tinta própria para cimento e nas cores originais (possuía algumas cores não originais).





A recolocação da escultura está marcada para o dia 30 de Dezembro 2012, com melhorias significantes no local. Com objetivo de valorizar esse esquecido ponto religioso e turístico.











domingo, 21 de outubro de 2012

Adoradores de Imagens?

Adoradores de imagens? Quais delas??
Quando Deus disse ao caudilho Moisés:  
"Não adorarás os seus deuses, não lhes prestarás culto, imitando as práticas (desses povos), mas derrubarás os seus deuses e farás em pedaços as suas estelas."; muitos colegas meus, escultores daquela época, cabisbaixos estavam guardando suas ferramentas pensando em nova profissão...
Confusos, pois ouvir logo D'Ele que fora o primeiro escultor de todos; aquele que modelou Adão em barro. 
Mas eis que Ele fala novamente para Moisés: 
"Escuta Moisés, construa uma Arca da Aliança, símbolo da nossa união; e em cima dela  faça a escultura de dois Querubins em ouro "(Êxodo 32:17)

Foi Ele que inspirou Bezalel e  Ooliabe, transformando-os em grandes escultores. 

Mais adiante Ele pede a Moisés para que faça a escultura de uma serpente de bronze (Nm 21: 8-9).
Isso deu uma garantia de que Deus proibia era a adoração a ídolos, mas não a maravilhosa arte da Escultura.

Jacob(a quem Deus chamou de Israel), irmão de Esaú, construiu vários monumentos no decorrer de sua vida; ainda existe nos dias atuais o que ele fez quando morreu Raquel, sua amada.
Ele realizava esses monumentos para sinalizar, homenagear algo e não adorar.






 Já vi muitas formas de idolatrias e fanatismos: por amuletos; time de futebol; partido político; foto de líder religioso na carteira; por cantores (inclusive gospel)...
Mas é o cifrão que continua arrebatando seguidores. Joelhinho dobrado, pupila vidrada...
O Bezerro de Ouro é o cifrão!
E a cada novo dia multiplicam-se seus adoradores, religiosos ou não.
Antes do bezerro, o metal amarelo cumpria seus nobres propósitos: eram brincos, utensílios e adornos sabiamente utilizados.
Após serem fundidos, passou a ser símbolo de algo exagerado.

O prosperar é um direito do ser humano e ele advém da sábia utilização das coisas, o dinheiro é uma delas. 

Seja senhor e não escravo!

Busque o controle e dê o valor merecido que as coisas realmente têm.

Digo isso, pois saio em defesa da fantástica Arte da escultura!
Nunca fui a favor de qualquer tipo de idolatria.
As esculturas e monumentos servem para sinalizar caminhos, prestar homenagens aos luzeiros.

 

Os monumentos e símbolos religiosos merecem respeito, pois são ícones que remetem ao sagrado, são representações visuais utilizadas a milhares de anos.









 

Eles podem ser esculturas, prédios, livros e locais sagrados.





É o respeito entre as congregações religiosas que nos diferenciam dos extremistas.

Não lance flechas Aquiles, pois teu calcanhar está descoberto!

Dizer que uma escultura é uma forma de idolatria é o mesmo absurdo de proibir um fotógrafo de tirar foto sua...
Já ouvi extremistas condenarem veementemente bustos e estátuas, mas no entanto possuem na sala de suas casas fotos de seus lideres religiosos. 


Uma escultura é o ápice, o ponto elevado; e toda e qualquer homenagem será incompleta sem ela.

A história da humanidade é contada por seus monumentos!
Clique aqui e veja o vídeo:





sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Em defesa da Legalidade



 Inauguramos dia 19 de Setembro de 2012 na praça central da cidade de Alegrete, Rio Grande do Sul, a escultura em homenagem a RUY RAMOS. Deputado Federal pela cidade de Alegrete(RS), advogado, pecuarista, exemplo ser humano e fantástico orador na tribuna. 
Escutei seus discursos, ouvi de pessoas que o conheceram histórias sobre sua vida, li sua biografia...
Seus discursos são aulas de democracia, inteligência e criatividade. 
Firme sem ser agressivo, altivo sem ser arrogante; devido ao trato educado com seus semelhantes Ruy Ramos tinha o dom de ser admirado naturalmente. 

Faz muita falta nos dias de hoje pessoas assim...
A força de seu exemplo de vida continua mobilizando seus eternos admiradores; presenciei de perto esse fenômeno.

 












Criei essa obra chamada "O Tribuno da LEGALIDADE", para simbolizar sua dura batalha na Câmara dos Deputados Federal em defesa da Legalidade (veja aqui sobre esse tema: http://viniciusribeiroescultor.blogspot.com.br/2012/07/o-tribuno-da-legalidade.html )

Com a constituição firme na mão e com dedo em riste(tal qual uma espada afiada) ele foi avançando em vanguarda solitária contra os fortes ventos daquele ano de 1961. 
Enquanto isso em sua retaguarda seu companheiro de partido(velho PTB) e de ideais: Governador Leonel Brizola, levantava barreiras humanas, voluntárias, em defesa da verdade.
 Ao escutar os discursos gravados de Ruy Ramos, consegui imaginar quantas dificuldades passaram esses homens. 
Escute aqui os discursos:  http://www.ruiramos.com.br/v1/  

Nunca fui a favor da idolatria, nem de pessoas, nem do bezerro de ouro chamado cifrão...
Sempre fui a favor de homenagens a seres que foram luzeiros, considero isso importante para não perdermos as referências...
Já vi muita gente perdida em estrada não sinalizada.
Quando os bons exemplos são esquecidos, o plágio, o falcatrua e o ladino serão os ídolos das novas gerações...

No meu traço e estilo, em concreto armado, ficou minha homenagem.

O diferencial dessa obra, o que a faz única é que ela foi feita por um admirador e da mesma raiz familiar (minha bisavó Florisbela Ramos Ribeiro era sua tia).




Para visualizar as fotos em tamanho maior, clique com lado direito do mouse e abra em nova aba.





Veja aqui a matéria publicada no jornal Correio do Povo de Porto Alegre:http://www.correiodopovo.com.br/Impresso/?Ano=117&Numero=359&Caderno=0&Noticia=467073

domingo, 5 de agosto de 2012

A Retomada da Praça!

                                  

                                      Para melhor visualização, clique com botão direito do mouse e abra a foto em nova aba.

terça-feira, 31 de julho de 2012

O Tribuno da Legalidade


A histórica defesa da Legalidade em fins de agosto de 1961 movimentou o Rio Grande e o país.
A renúncia do então presidente Jânio Quadros naqueles dias de Guerra Fria (USA x URSS) até hoje esconde algo...
Fidel Castro, poucos meses antes da renúncia de Jânio, havia proclamado Cuba como república socialista.
No dia 08 de agosto Fidel envia seu braço direito ministro Che Guevara a Punta del Leste Uruguai, para defender a criação da nova república na reunião da OEA(Organização dos Estados Americanos). Obviamente que os EUA foram contra esse novo governo cubano/soviético.
Em 20 de agosto Jânio condecora Che Guevara com a Grã Cruz da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul (comenda que o presidente brasileiro atribui a personalidades estrangeiras). Essa proximidade do governo brasileiro com Cuba preocupava aos americanos...
Esse episódio da condecoração foi decisivo para o então governador da Guanabara Carlos Lacerda (aquele famoso pedra no sapato do Getúlio) ir  para a televisão, denunciar que Jânio o havia convidado para dar um golpe de estado e instalar suposto governo autoritário.
No outro dia ocorre a renúncia de Jânio.
Jânio havia enviado seu Vice: Jango Goulart, em visita a China comunista; nos seus planos Jânio calculava que o congresso não iria apoiar a presidência nas mãos do gaúcho Jango... O medo da força de Getúlio Vargas retornar ao poder faria o congresso recusar a renúncia de Jânio e não ter outra saída do que dar a ele poderes ditatoriais.
Jânio Quadros armou, jogou e errou. 
A caserna, alerta, impôs sua força!
O Congresso descartou logo Jânio e focou a atenção na situação do seu vice João Goulart (Jango).
O Congresso pegou fogo, com debates acalorados. 
Uns pouquíssimos defendiam a Legalidade da Constituição, onde naturalmente deveria assumir o vice-presidente, mas a grande maioria concordava com a intervenção militar, pois era gritante o medo do afilhado de Getúlio Vargas e suposto comunista "comedor de criançinhas" governar a nação. 
Na volta da China, Jango Goulart teve que mudar sua rota, pois corria risco, voou da China para o Uruguai. Era arriscado chegar pela porta da frente naquela situação. Enquanto voava, retornando, dois galos em solo firme,  defendiam o direito da Legalidade: Leonel Brizola no governo do Rio Grande do Sul e Ruy Ramos na tribuna do Congresso.
Dias difíceis aqueles...
A mobilização do Rio Grande do Sul, organizada pelo seu comandante Gov. Leonel Brizola, foi impressionante e emocionante...
Quando a causa é nobre, não é difícil a mobilização do Rio Grande em defender seus direitos.
A batalha de Ruy Ramos no Congresso foi solitária e dura.
A cada palavra sua de luz em respeito da Ordem da Constituição, recebia críticas, ironias e ameaças.
Escutei seus discursos inflamados e senti que ele estava sem abrigo e sozinho.
 Agora a cidade de Alegrete, juntamente com sua filha Cosete Ramos, pretende eternizar sua figura.
Cabe a mim a nobre tarefa de retratá-lo em plena defesa da Lei e da Ordem.
O que muito me honra, pois além de admirador sou seu parente por parte de meu avô paterno: Anajande Ramos Ribeiro.
A escultura que estou construindo, será inaugurada no dia 19 de setembro de 2012, na sua cidade do coração Alegrete, véspera do dia do Gaúcho e também de seu falecimento. 



Espero estar à altura desse Tribuno Imponente, ao qual seu primo e afilhado político: Jayme Caetano Braun o chamava em seus versos!



Veja ao lado a poesia: "O Mouro do Alegrete"


Para escutar os discursos históricos de Ruy Ramos, feitos na época braba da luta pela Legalidade e saber algo mais sobre a vida dele, clique aqui:
 http://www.ruiramos.com.br/v1/


Quer saber mais sobre a Legalidade e seus quase 51 anos?? Clique aqui nesse ótimo blog:
  http://legalidade50anos.blogspot.com.br/p/legalidade-50-anos.html








Para visualizar as fotos em tamanho maior, clique com lado direito do mouse e abra em nova aba.























domingo, 8 de julho de 2012

Treze Anos morrendo

A Arte de Jayme Caetano Braun permanece viva!
Suportando esquecimentos, pouco caso e desafetos.
As palavras do grande mestre, organizadas em versos que encantaram ontem, continuam emocionando muitos...
Amanhã talvez sejamos poucos os guardiões das raizes verdadeiras e o medo delas serem desconhecidas dos mais novos continua crescente...
Como explicar o fato da arte de Jayme Caetano Braun ainda não ter um memorial no centro de São Luiz Gonzaga, com acesso de sua obra a todos sedentos de cultura?
E em Porto Alegre o que foi feito para dignamente mostrar a cultura desse tronco Riograndense??
Como explicar o abandono do Monumento ao Pajador, feito por milhares de mãos amigas em São Luiz Gonzaga?
Quanto a isso, todos continuamos na espera da tão sonhada Praça ao redor do monumento.
Praça que foi bem propagada e muuito bem divulgada. 
Tenho muito que aprender sobre divulgação, com nossos irmãos políticos...

Que é necessário fazermos para que ela seja inaugurada?
Nesse ritmo será provável que a verba volte aos cofres do governo federal e a cidade perca um local de lazer agradável que somente as praças podem proporcionar.

Nos treze anos da morte do poeta e pajador Jayme Caetano Braun, posto as lindas fotos da competente fotógrafa Laura Lídia Rosa. Uma artista.
Visite o site dela:
http://lauralidiarosa.blogspot.com.br/











Quer saber mais sobre o Monumento e a vida de Jayme Caetano Braun, quem foi e o que fez pela nossa cultura riograndense? Clique aqui:
http://viniciusribeiroescultor.blogspot.com.br/2007/09/blog-post_7622.html

sábado, 9 de junho de 2012

Os três Mistérios Fantásticos que rondam São Luiz Gonzaga


Este texto, fruto das minhas sábias reflexões, foi publicado na Revista Região nº 3* e anteriormente neste mesmo blog, porém simplificado; por achar interessante republico com melhor aprofundamento dos temas.


OS TRÊS MISTÉRIOS FANTÁSTICOS QUE RONDAM SÃO LUIZ GONZAGA!

Dizem os sábios que: conversa de artista, de guia turístico e de político a gente tem que dar um desconto, pois às vezes, devido à emoção, exageramos um pouquinho...
Acredito que o Turismo Cultural será nossa melhor alternativa econômica tanto em épocas de fartura como em períodos de estiagem, repartir cultura além de ser algo nobre, sustenta economicamente muitas cidades por este mundo todo.
Apresento neste texto, três grandes mistérios fantásticos que rondam nossa velha São Luiz Gonzaga.
Existem muitos mais, mas enumerei três mistérios tremendos, daqueles de serem feitos vários livros sobre cada tema e que até o momento, surpreendentemente, não despertou interesse aos meus irmãos historiadores...
Cada Mistério está relacionado a um ponto turístico cultural ainda não explorado; verdadeiras jazidas a serem descobertas.
Eis eles então:

1º Mistério Fantástico rondando São Luiz Gonzaga:

TRATADO DE MADRID E SUA VERDADE OCULTA:
O que estava por de trás daquele sinistro tratado? (Para quem esqueceu as aulas de história no tempo de colégio: no tratado houve a troca da Colônia do Sacramento (Uruguay) pelas Missões em 1750).
Quem coordenava as mãozinhas dos soberanos?
Será que foi apenas a realeza trocando terrenos?
Que medo a união dos Jesuítas com os Guaranys despertou nos seus co-irmãos religiosos?
De uma nova pátria? Ou de uma NOVA RELIGIÃO, desvinculada da igreja de Roma?
Acaso um canetaço (ou pena, pois não existiam canetas naquele tempo) do Padre supremo da época não anularia o tratado e evitaria tantas mortes??
A poderosa Roma que se fosse sua vontade, num estalar de dedos tudo resolveria...
Essa interferência mudaria a história de São Luiz Gonzaga e das Missões...
Aos Missioneiros, estranhamente, não lhes foi dado o direito algum de defesa.
Sepé tornou-se guerreiro pela necessidade da situação; no seu exemplo da barreira viva, lutou com suas armas: inteligência e amor aos seus.
O seu exemplo de resistência e força encanta a todos nós, pois a defesa é um direito de todo ser humano em qualquer plano.




Mas ainda fica sem resposta a pergunta:
 “Quem realmente matou o são-luizense Sepé Tiaraju??”


2º Mistério Fantástico rondando São Luiz Gonzaga:

A COLUNA PRESTES E O NASCIMENTO DO GÊNIO ESTRATEGISTA
Como surgiu um dos maiores estrategista militar da história??
Por que Prestes responde ao escritor Nelson Werneck em seu livro: “A Coluna Prestes”, que foi precisamente em São Luiz Gonzaga que ele realizou sua mais importante estratégia?
Aqui onde ele ficou dois meses e de onde Realmente saiu a Coluna!
Que fantástica inspiração foi aquela de derrotar o tão propagado “Anel de Ferro” do governo federal? De onde ela veio?
Como ele conseguiu ludibriar mais de 14.000 soldados governamentais sem dar nenhum tiro? Sem transformar a cidade de São Luiz Gonzaga em um sanguinolento campo de batalha?
Que brilhante e milagrosa estratégia foi essa??
Que influência teve as orações a Nossa Senhora de Lourdes, provindas das senhoras da comunidade São-luizense, coordenadas pelo Monsenhor Estanislau Wolski, nisso tudo?
Que força havia naqueles corações sinceros que clamavam a Nossa Senhora para que não houvesse o confronto das tropas em seus lares e que existissem: “Paz entre os homens”?
Como se operam os milagres? Ou será que tudo foi apenas mera coincidência?
Estatueta que fiz, no ano de 2002, em homenagem a Coluna Prestes, encontra-se no Museu Arqueológico de São Luiz Gonzaga. Título da obra: "Reflexões em Marcha". Nela Prestes está armado apenas com seus mapas e estratégias, a mão direita por sobre a esquerda tentando apaziguar...A dureza daqueles mais de 25 mil km descortinuou ao seus olhos um pais gigante porém com um povo sofrido e desconhecedor de seu próprio sofrimento...


3º Mistério Fantástico rondando São Luiz Gonzaga:

O SENTIMENTO DE MISSIONEIRISMO
Tal qual Florença, berço das Artes do Renascimento, há algo a mais no solo desta terra do que apenas riqueza de componentes minerais.
O que nos faz sermos tão parecidos com os florentinos? De querer mostrar ao mundo aquilo que somos herdeiros e está soterrado?
Falo dessa ânsia de ganhar o ar, de subir à superfície; de ser ouvido, de poder falar; não falar por falar, mas por saber que é urgente falar...
De rasgar o véu de sonolência que nos cobre a centenas de anos!

O que há de imaterial vibrando nesse rincão do mundo? Muito bem representado pelos inúmeros artistas Missioneiros, que com suas obras no chamado Estilo Missioneiro, carregadas de ânsias, traduzem e reivindicam o esplendor que foram as Missões.
Esse sentimento não é exclusividade de quem nasce por aqui, mas também de quem vive, e há até de casos de alguns que por aqui apenas passaram e preservam esse sentimento...

Como surgem os artistas? Que fino fio separa o Gênio do genioso?
Dia 30 de Janeiro, dia do Pajador, data para homenagear um dos maiores divulgadores desta terra: Jayme Caetano Braun o mestre da Payada, da dificílima arte de opinar cantando.
Além da data e do Monumento em sua homenagem, acaso um memorial com informações dele e de todos artistas em todas as áreas não aumentaria o fluxo turístico na nossa cidade? Um local com as Raízes Missioneiras ao alcance de todos não transformaria São Luiz Gonzaga em uma referência cultural?
O mundo procura incansavelmente por Cultura para preencher as respostas da existência e esse produto nobre nós temos em abundância para oferecer!

Visite São Luiz Gonzaga! Conheça as Missões!

Vinícius Ribeiro-escultor.



* Site da editora Borck e Silva: http://www.borckesilva.com.br/index.html