Translate

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Sepé sorteado!


Resultado sorteio ação entre amigos!

Realizamos, hoje dia 29 de dezembro de 2009, no jornal A Notícia, o sorteio da maquete do "Futuro novo Sepé".
Para dar transparência na coisa, primeiro fizemos um sorteio de cinco números(feito pelos funcionários do jornal), os nomes sorteados foram: Ana Paula Ferreira, David Viana, Gentil Vaz, Sávio Moura e Zenilda Villanova

Imediatamente fizemos a grande final(na falta de um "inocente" como manda a tradição em sorteios, o sorteio foi realizado por funcionário do jornal mesmo) e o sorteado foi David Viana
Telefonamos ao ganhador e por ele trabalhar a poucas quadras do jornal, prontamente veio receber o seu prêmio.
David foi um dos vendedores desta rifa, do seu bloco ele ficou com um número sem escolher, para corrigir uma troca de números e acabou sendo o ganhador.
Numa ação entre amigos inevitávelmente ganhará um amigo.
Após isso nos dirigimos até a residencia da nossa amiga(motivo da ação), que está quase no seu esplendor de saúde(recuperando-se da cirurgia feita) e lhe entregamos o restante dos valores arrecadados. 

Dos 100 números forão vendidos 67.
Agradecemos a todos que colaboraram nessa causa.
No dia 30 de Janeiro de 2010 faremos outro sorteio, este será da tão falada maquete do Monumento ao Payador Jayme Caetano Braun, todos que colaboraram com a construção do monumento estarão concorrendo.
Logo postarei informações sobre nossas atividades referentes ao dia 30 de janeiro, data de
nascimento do Poeta Jayme.


sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Erva Mate- O Símbolo do Mercosul




Eis uma das vantagens de se morar próximo das fronteiras: tomar um chimarrão internacional.
Como costume, faço meu mate com erva crioula(aquelas com gosto de fumaça) misturada com a argentina Rosa Monte "ediccion limitada" (a melhor da Rosa Monte), com a uruguaya Sara e a paraguaya La Bombilla. 
Recebo essas joias de amigos que vivem nesses países ou estão a passeio por lá. 
Eu que morei quase sete anos na Fronteira da Paz Livramento/Rivera(mudando de lado de acordo com o câmbio e o preço dos aluguéis), me acostumei com vários tipos de yerba mate.
Pra mim a erva mate, herança dos nossos irmãos guaranys é a árvore símbolo do Mercosul e o Mate Chimarrão é a bebida mais consumida no sul, mais do que a cerveja e a cachaça como podem pensar alguns borrachos.
Das coisas que mais me preocupam com relação ao futuro do chimarrão, é de que hoje a adição de açúcar na erva brasileira é absurdamente crescente; cai por terra aquele mandamento que alguns tradicionalistas divulgam numa lista de 10, referentes ao mate, que diz: "Nunca peça para adicionar açúcar no mate!"
Mas nem precisa, pois já vem tudo doce, até as que dizem na embalagem: "sem açúcar”, vem levemente adocicada.
Eu procuro sempre as artesanais, feitas manualmente. 
Estas são obras de arte, pois a confecção delas é uma ciência, tal qual a produção de um bom vinho ou café, já tentei fazer em casa em três tentativas e em todas fracassei...
Da pesquisa que fiz nos mercados daqui da minha cidade, de dez pacotes de erva mate vendidos, oito são com açúcar e apenas dois sem.
Se alguém ainda não sabe sobre os malefícios do açúcar branco no organismo humano, sugiro que leiam urgentemente o livro do Dr. Marcio Bontempo chamado Relatório Orion.






Para finalizar, aconselho a erva mate grossa ou a pura folha como dica de consumo.
Não sou o Batman, mas tenho meu hobby: colecionar pacotes de erva.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Futuro Novo Sepé Tiaraju


Ainda hoje, postarei a história verdadeira do nosso herói nacional, que poucas pessoas sabem, mas nós do "Instituto Lendário e Mitológico São-luizense" divulgaremos ao mundo...

sábado, 12 de dezembro de 2009

Uma lei superior lava uma inferior!



Aviso aos amigos: Ainda não realizamos o sorteio da maquete do Monumento ao Payador!

Era para acontecer nestes dias, mas como surgiu de última hora uma situação emergencial, resolvemos fazer outro sorteio.

Uma lei superior lava uma inferior!

Explico: Temos uma amiga que foi submetida as pressas em cirurgia, para ser operada de um mioma no útero, para ajudar nas despesas resolvemos fazer uma ação entre amigos e sortear a maquete de 60 cm da futura estátua de SEPÉ TIARAJU(vide foto anexo). 
Fiz maquete do Sepé, vendemos os número e vamos sortear ela nesta semana que vem em evento na praça.

Sobre o outro sorteio:
Pensei em sortear a maquete do Payador antes do final do ano, mas tem tanto evento na cidade que o sorteio passará despercebido, então tive uma ideia de gênio: Dia 30 de Janeiro é o aniversário de nascimento de Jayme Caetano Braun e como tenho que inaugurar o mural Galo de Rinha* na base da estátua, nós do Atelier Los Libres convidaremos o CTG Galpão de Estância e a Casa do Poeta e faremos uma cerimonia com algumas atividades e uma delas será o sorteio da maquete.
No dia sortearemos primeiramente 10 números e depois faremos novo sorteio para anunciar o ganhador, os outros nove ganharão belas miniaturas do Monumento que fiz e tenho para venda(vide foto anexo).
Contando com a compreensão de todos, desde já agradeço.

*Obs: Para quem não sabe, na base do Monumento existem espaço para três murais de concreto com cenas dos poemas do poeta, no dia da inauguração da estátua, inauguramos dois murais: O "Bochincho" patrocinado pelo Sindilojas-SLG e o mural "Tio Anastácio", patrocinado pela Câmara de Vereadores de SLG, o terceiro mural: "Galo de Rinha" será inaugurado pela sra. Vera Toscani.


quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Uma praça pro poeta!

Recebi do amigo, advogado Silvio Moraes, o poema abaixo reproduzido.
Grácias amigo Lagarto pelas tuas palavras.
Tu é o segundo a me chamar de gênio, o 1º foi meu pai;
Há muito tempo, eu, na tentativa de dar mais "potência" ao nosso antigo som CCE ( na curiosidade da puberdade) dei uma "mexidinha" nos botões de trás do aparelho e no meio da fumaceira chegou meu pai e disse a solene frase:
"Parabéns Gênio, conseguiste queimar o som!"



JAYME E VINICIUS FILHOS GÊNIOS DESSA TERRA!!
O payador missioneiro
Vivenciou muitas paradas
Escapou de tiro e facada
Cruzou o Uruguai a nado
Se evadindo de um bochincho
Se bandeou pra outros lados
Peleando contra o tempo Misterioso e impenetrável
entrou pra imortalidade
Num outro plano imutável
Ah! Que saudades eu tenho
dos tempos que ele tropeava
Quando aos sábados me sentava
Nas manhas de frio da infância
Escutando na Guaíba
o Brasil grande do sul
E num fogão rumbeando o cheiro
Me esquecia do churrasco
saboreando um carreteiro.
Igual ao tio Anastácio
negro velho já tordilho
O Jayme se fez caudilho
Pra defender este pago
Por isso merece o afago que o Vinicius dedicou
A obra desse escultor genial e comprometido
É um tributo merecido
E se a terra que lhe gerou já tinha lhe esquecido
Jayme nunca esqueceu o velho chão colorado
Por aqui te prometeram
Memorial e distinção
Mas nem mesmo um galpão
Ergueram em tua homenagem
Não fosse a genialidade
Do Vinicius escultor
Nada ficava pra ti,
igual a um guri de fora
criado no desamor,
Talvez na genialidade
que também lhe é comum
o Vinicius viu te longe a ingratidão do teu povo
e te trazendo de novo, te edificou na paisagem
com esta tua alma campeira,as crinas da cabeleira
daquela indiada selvagem
imortalizando o imortal o escultor nos redimiu
e assim redefiniu
quem é o maior desse terra.
Agora com a obra pronta Tem muito pai pra criança
Tem gente dando palpite Tem gente ditando moda
mas muito me incomoda ver essa bela homenagem sendo tao mal avaliada
e assim sendo colocada em local inapropriado
merecia o escultor e o payador barbaresco um local mais refinado
um memorial acabado rendendo o justo tributo
por que jogar lá no trevo, como quem quer se livrar
não é forma de homenagear quem tem se der cultuado
quem gritou aos quatro ventos o velho chão colorado.
Jayme “Olha no espaço e veja,
na brasa que o céu destapa,a tua terra farrapa
fruto do teu falquejo,
- o berço altivo do andejo
que encarava o sol de frente;
a gente da tua gente,
a cepa - o tronco a raiz,
posta perante o País,
na condição de indigente!
São Luiz deve esse tributo ao Jayme e ao Vinicius o artista da escultura
Dois tauras da arte pura Dois nomes de tradição
Por isso a indignação de quem assiste de fora
Não se pode jogar fora a grande oportunidade
Chegou a hora da cidade reconhecer tanto talento
E não é qualquer relento que merece essa escultura
E hora da prefeitura e das empresas da terra
Mostrarem que que eles são nossos e merecem desse povo
Uma praça com a homenagem
Tu que foi barbaresco em peleias e passagens
Que guerreou de lança em punho que cantou o nosso chão
Que a mostrou a alma gaúcha pura
Imortalizada na tua literatura
Quero ver tu se livrar de tão grande ingratidão
Não merecer deste povo nem mesmo uma distinção
Tantos anos de tua morte Não te reservam outra sorte
Um túmulo sem inscrição e um cemitério esquecido
num canto irreconhecido É o tributo do teu povo.
Aqueles que não entendem,
nossa base de estrutura,
ou não leram a escritura
de onde os gaúchos descendem,
os que compram e que vendem
sem respeitar a legenda,
os do encobre e do remenda,
do esbulho e do desmande,
não sabem que este Rio Grande
não é uma sucata à venda!
O trevo não é lugar de se homenagear esses filhos
Como diria Jayme o lugar destinado é um Cemitério de campanha,
Rebanho negro de cruzes Onde à noite estranhas luzes
Fogoneiam tristemente Até o próprio gado sente
No teu mistério profundo Que és um pedaço de mundo
Noutro mundo diferente, não sejamos indiferentes o trevo não é lugar
Eles merecem mais , merecem um memorial
Destacando suas obras que destaca o imortal
Uma praça só pra eles é o merecido final.
Vinicius Jayme Vinicius
Deus abençoou este pago
E talvez no sabor do amargo
Que sorvia todo dia
A essência da criatura
Foi passada ao criador
Vinicius fez com amor
A imagem do pajador
Destacar tão bela obra destacando o imortal
Uma praça só pra eles é o merecido final.

Na foto abaixo Silvio está na praia, lagarteando...





domingo, 22 de novembro de 2009

O "selvagem" da Bike!




Tinham me comunicado sobre essa matéria no Esporte Espetacular da Rede Globo e não pude assistir no dia, vi hoje e achei surpreendente...
Não somente o talento do ciclista que excelente no que faz, mas pelo fato dele fazer suas manobras por cima do Monumento às Bandeiras, obra prima do mestre Victor Brecheret.
Um dos maiores escultores que este pais teve!
O monumento custou 33 anos de vida do grande mestre, acredito que mereceria um pouco de respeito.
Não sou defensor dos bandeirantes como o símbolo maior para São Paulo e nem para ninguém, pelo estrago que fizeram não são merecedores de monumentos.
Saio em defesa é da obra, da escultura que hoje é um dos pontos mais visitados turisticamente de São Paulo.
 


Brecheret, deve ter se virado no caixão depois dessa reportagem. 



O ciclista não tem culpa, ele estava mostrando sua arte que sem dúvidas é única, mas o que mais me surpreende é de como conseguiram autorização para realizar as filmagens???
Como os governos municipal e estadual autorizaram?
E se porventura quebra algum pedaço da obra?
E quem garante que nada quebrou??
De que adianta depois, fazer programas educativos para as crianças respeitarem os patrimônios da cidade...
Mas e quem vai contrariar a grande Globo?
Tem muita coisa que gosto da Globo, mas nessa matéria, eles erraram e feio...

Abaixo reproduzo o clip e a pergunta que fiz no blog do Esporte Espetacular, mas não acredito que eles publiquem.
Obs: Meu comentário de nº 145 dia 29 de novembro de 2009, foi aceito e postado somente na segunda tentativa.


video


Aqui abaixo a matéria completa do Esporte Espetacular:







Eis meu primeiro comentário enviado:

Vinícius Ribeiro: Seu comentário está aguardando moderação.
Vi, recém hoje, matéria sobre o Selvagem da Bike! 
Realmente o rapaz é fantástico, assombrosamente espetacular.
Mas o que também me chamou a atenção foi o fato dele ter utilizado o Monumento aos Bandeirantes para fazer suas manobras. 
Claro que ele é profissional ao extremo, mas achei totalmente falta de respeito ao símbolo paulista, lindamente feito pelo gênio da escultura brasileira: Victor Brecheret.
Fica o apelo deste admirador da Arte paulista, para que os senhores pensem bem antes de fazer outra matéria “radical” dessas. 
Imaginem se quebra algum pedaço da obra?
Sem falar no péssimo exemplo de preservação do patrimonio público. 
Como esperar que as crianças respeitem se os marmanjos não dão exemplo?
E qual vai ser a próxima obra que irão cruzar por cima? 
O Cristo Redentor no Rio
O Laçador em Porto Alegre?
Espero que meus colegas escultores paulistas se manifestem.
Na esperança que este comentário seja publicado(o que não acredito muito).
Atenciosamente:
Vinícius Ribeiro-escultor- São Luiz Gonzaga-Missões-RS.



 Abaixo o segundo comentário:ou veja aqui no site:http://globoesporte.globo.com/platb/ee/2009/08/08/comentarios-no-blog/#comments
 


Aqui um documentário sobre o Monumento e sobre a vida do seu criador, Victor Brecheret:



quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Na terra com os faraós!


















                                  
Faraós sem braços!

A terra sem males, a utopia realizável, foi soterrada e sapatearam por cima.
Mesmo assim, da energia que emana nesses campos Missioneiros, todos somos inundados.
A energia é algo fantástico, se temos como captá-la adequadamente usufruímos seus aspectos maravilhosos, do contrário somos vítimas de seu polo negativo.
Em muitos, essa energia se transforma em ações e em outros tantos em ranço e alucinações.
Essa Gana Missioneira como bem dizia o cantor Cenair Maicá, é muito bem captada pelos que tem alma e mal transformada pelos que nem sentimentos têm.
A estes designamos de: Faraós sem braços, aqueles que ficam sentados anunciando suas ideias faraônicas sem ter braços para realizá-las.
Somos poucos os escravos e muitos os faraós.
Compreendo, na minha limitada compreensão, de que o fato dessas “ideias” surgirem grandes é para justificar a omissão e a falta de vontade de fazer o simples.

O simples é plenamente realizável, mas é aí que mora o perigo para aquele que nada quer fazer além de dar “ideias”.

“Temos que pensar grande!”
Dizem-me uns!

“Eu tenho ideias e ninguém dá bola! Mas não querem nada com nada?!”
Dizem-me outros.

E eu respondo a essas mentes prestativas:
" Vamos a passos lentos tigrada, mas firmes e em frente!"

Enquanto não conseguirmos colocar a mega iluminação sonhada para o Monumento ao Payador Jayme Caetano Braun, por que não fixar um holofote ou um lampião a querosene, contanto que ilumine o local que até agora está "iluminado" apenas pelas estrelas?

Enquanto não construirmos a tão sonhada calçada de R$100.000,00 em torno da obra, por que não começarmos com meia dúzia de sacos de cimento?

Lamentavelmente, ainda não tenho pro cimento, mas quanto ao holofote vou dar um jeito...

sábado, 7 de novembro de 2009

Ao mestre com carinho-parte final



Velho mestre, retornaste pra casa...
Receba de nós, teus irmãos, esta simples homenagem.
Que tuas palavras continuem ecoando por estes campos Missioneiros e por todo mundo inteiro.

Preservar raízes é semelhante a preservar as fontes, as nascentes. 
Quando as raízes são preservadas, não há por que se preocupar; deixem que os galhos e folhas cresçam a vontade, as raízes darão sustentação.
Digo isso, especialmente aos que temem os rumos que a música, dita moderna-gauchesca está tomando. 
No mundo tem que ter de tudo e hoje os que fazem aventuras musico-comerciais, mais cedo ou mais tarde acabarão voltando a beber nas fontes. 
A mesma coisa acontece no Rio de Janeiro, quem começa no funk carioca, inevitavelmente acabará no samba de raiz. 
São fases da vida que temos que passar.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Recorte do video dos OVNIS



Veja e deduza!!

Meu amigo Leusin, enviou recorte em câmara lenta do videozinho (postado anteriormente, mais abaixo)
Neste recorte, no 1º segundo, atrás da estátua, da esquerda para a direita, passa em altíssima velocidade alguma coisa. 
Pra mim é um pombão super turbinado; e bota turbinado nisso.
Mesmo em câmara lenta é rapidíssimo...

Um conhecido meu, perguntou:
 "Mas se são extra-terrestres por que eles não entram em contato, então??"

Respondi: 
"Extra-terrestres, eles podem até ser, mas loucos, não! 
Aparecer pra que? 
Para abrirmos eles , tirar a buchada e ver o que tem dentro? 
Para roubarmos o disco e patentear o motor? 
Capaz que eles vão se meter com nossa tigrada!
Ficaram bem de longe e em silencio...
Vieram em respeito ao mestre maior da Pajada. 

E repito: só não puderam se apresentar no palco(para fazerem uns versos), porque não largamos o microfone. hehehe"

A dona Danci Ramos, disse que eles não se apresentaram em solidariedade a ela, que também não sobrou espaço pra falar...

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Entrevista Guia São Luiz


Fiz ao amigo prof. Anderson Schmitd entrevista sobre tudo e mais um pouco. Falo rápido demais e microfone estava afastado de mim. Para ouvir a matéria aconselho "apurar" o ouvido...







Caso queira ouvir no Youtube:
 https://www.youtube.com/watch?v=ysaOX1K-6Go
E aqui:
https://www.youtube.com/watch?v=hQTW0v3n3M0

Visite o site Guia São Luiz, a novidade do mundo jornalístico. http://guiasaoluiz.net/

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Pajadores intergalacteos



Videozinhos com cenas de objetos cruzando pela tela super-rápidamente, no dia da inauguração do Monumento.
Se não for uma nave, só pode ser um pombão pra lá de turbinado.
Para melhor visualização aconselho guiar-se pelas fotos ao lado, demarcadas pelo amigo James Diego Roth.

Com muita paciência, pausando as cenas aos poucos, dá pra ver algo sim. 
Mais abaixo há uma cena em câmera lenta.

"Cosa de lôco..."



 




video 

Aqui em câmera lenta! 
Observe por detrás da escultura um objeto que passa da esquerda para a direita em alta velocidade(mesmo em câmera lenta).
A movimentação desse objeto voador, de acordo com os vídeos, ocorreu várias vezes.







Tá aqui não tá lá em casa...
Mais fotos dos nossos irmãos payadores de outros pagos.
Eles que vieram para a inauguração e somente não puderam usar o microfone porque nós não soltamos...
Estou recebendo fotos de várias pessoas sobre o assunto.
Aviso:Caso tenha participado da inauguração e encontre alguma foto sobre o tema, mande pra mim.
Faça uma varredura nas suas fotos, dê um vistaço caprichado e mande.


Se alguém conseguir falar com um deles, favor avisar que o Anderson Schmidt quer fazer entrevista exclusiva para o jornal on line dele:" Guia São Luiz"
http://guiasaoluiz.net/

Eu, não queria falar, mas vi de relance na lateral da nave(tenho a visão bem boa) a seguinte frase: " Não é a toa parceiro que viemos para São Luiz Gonzaga!"

sábado, 24 de outubro de 2009

VISITANTES ILUSTRES-parte 2








Bueno, que posso dizer dessas fotos??





Quando postei foto do Amigo Sávio Moura sobre um objeto estranho próximo a inauguração do Monumento ao Payador(http://viniciusribeiroescultor.blogspot.com.br/2009/10/visitantes-ilustres.html), brinquei que poderia ser uma pomba meio gordita voando por alí...
Pois hoje, o amigo e fotógrafo Alexandre Reisdorfer viu essa postagem e lembrou que entre as fotos dele ele tinha visto uma mancha, que pensava ser da lente da máquina, resolveu conferir e ficou como eu: sem palavras! 
Num misto de surpresa, dúvidas, brincadeiras e reflexões...

Esclareço que pedi autorização aos dois amigos para colocar essas fotos e foi uma iniciativa minha; digo isso para não pensarem que eles precisem de sensacionalismo.

Tá certo que todos nós somos meio brincalhões e é muito difícil a gente falar sério, mas nesse caso acho que é algo para ao menos refletir...

Sei lá o que pode ser, mas minha imaginação permite pensar que "eles" também são poetas e vieram reverenciar um colega.
Quando escrevi na placa de aço a seguinte frase" A Arte tem o poder de unir os povos!" não pensei que ela tivesse tanta abrangência assim.

Pois que cada um tire suas próprias conclusões.

E como dizia José Hernandes no seu Martin Fierro:"Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay..."
Com certeza absoluta estas fotos entrarão para o acervo do "Instituto Lendário e Mitológico" que fundamos.

Remeto aos irmãos de outros pagos meus votos de estima e consideração e que da próxima possamos matear ao pé do fogo, repartindo uma das coisas nobre essa raça pode produzir: Arte e Cultura!

Obs: Postei sequencia de duas fotos do Alexandre, tiradas no momento que dona Zélia Braun passa a chama a dona Aurora Ramos Braun e repeti a foto do Sávio Moura que tinha postado dias atras. 

PARA VER AS FOTOS GRANDES CLIQUE NELAS COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E ABRA EM NOVA ABA! 


sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Rumo as estrelas











No histórico simples que fiz do grande Jayme Caetano Braun(http://viniciusribeiroescultor.blogspot.com.br/2008/05/breve-histrico-de-jayme-caetano-braun.html), citei que sua temática a tudo englobava, ia da raiz às estrelas; não poderia haver foto melhor do que esta para representar isso.
E não poderia melhor artista da linda arte da fotografia, do que meu amigo Alexandre Reisdorfer
Ele que semana passada, ficou dás 23:00 até quase 02:00 para chegar no ponto desejado...
No escuro, a luz de lanterna, conseguiu mais uma vez mostrar o diferencial artístico que tanto lhe é peculiar.
Teve assessoramento dos amigos Vânia Coimbra,Maguila e Alexandre Medina nessa aventura "noturnica".
A foto do Reisdorfer mostra uma visão que nenhum visitante pode ter(ainda), pois a estátua continua totalmente no escuro.
Essa lindíssima foto vem mostrar o que estamos perdendo de ver todas as noites...
Abaixo confira a foto que também tirei no mesmo local onde Alexandre tirou a sua, não usei flash, lanterna, nem vela, fiz isso para comparar o que estamos perdendo de vislumbrar.

Obs: Caso alguém queira utilizar foto do Alexandre Reisdorfer, favor citar seu nome. 
A minha podem usar a vontade, nem precisa de créditos...

sábado, 17 de outubro de 2009

A COLUNA PRESTES em São Luiz Gonzaga





A Coluna Prestes e seus mais de 25 mil km!

É a Maior marcha militar da história da humanidade.

Maior do que a marcha de Annibal Barca( 2.400 km), do que Alexandre o Grande(6.400 km) e da marcha de Mao Tsé-Tung do exército comunista chinês(9.650 km).
Ela partiu de São Luiz Gonzaga, Missões do Rio Grande do Sul.
Falar que a coluna saiu de Santo Angelo é brincadeira de mau gosto.
Prestes sim saiu de Santo angelo, onde lá estava servindo como capitão de engenharia; mas a coluna, que é composta por um número considerável de pessoas e que é constituída de:
centro, vanguarda, retaguarda e flancos, essa sim somente foi criada a partir dos dois meses em que os revolucionários estiveram acampados aqui em São Luiz Gonzaga.
Aqui também foi o primeiro contato com o socialismo verdadeiro que prestes teve ao conhecer mais aprofundadamente o que foram as Reduções Missioneiras e seu socialismo cristão entre Jesuítas e Guaranys.

Para saber mais sobre esse fascinante tema, favor ler este surpreendente texto:


 Leia aqui sobre o primeiro contato de Prestes com o Socialismo Missioneiro:

 Leia aqui sobre Os Três Mistérios Fantásticos que rondam São Luiz Gonzaga:



Veja aqui a recepção que fizemos a viúva de Luiz Carlos Prestes nas comemorações dos 90 anos da Coluna:



Conheça a Gruta Nossa Senhora de Lourdes? E por qual motivo ela foi construida?
Clique aqui e veja qual relação ela tem com a Coluna Prestes: