Translate

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Abrindo o Paço

Sepé Tiaraju no "paço" certo.

Em 2009 , nós do Atelier de Artes Los Libres, havíamos protocolado na Prefeitura de São Luiz Gonzaga, pedido de denominação do prédio da Prefeitura para 
Palácio Sepé Tiaraju.


O objetivo era de que todos os documentos oficiais contassem com a denominação no endereço.
Uma atitude simples, sem custos algum para o município porém com apelo turístico e cultural. 
Uma maneira também da cidade demarcar território antes que outros façam. 

Sepé Tiaraju é desejado por muitos... 

Duvida?? Veja aqui:
http://viniciusribeiroescultor.blogspot.com.br/2013/02/o-mito-acima-da-historia.html

A Prefeitura na época não deu nenhum parecer...

Passado seis anos depois do primeiro envio, comentamos recentemente esse fato com a assessoria da prefeitura e a ideia foi abraçada imediatamente pelo atual prefeito sr. Junaro Rambo Figueiredo(diretor do Departamento de Turismo da Fundação das Missões)que solicitou que reenviássemos o pedido. 
Desta feita o pedido foi com o aval do Conselho de Turismo
Concordamos com a sugestão do prefeito de substituir a palavra Palácio, por Paço. No fundo quer dizer a mesma coisa, porém ameniza qualquer maledicência dos gaiatos de plantão que nada entendem, nada fazem e tudo criticam.

Para nossa surpresa a lei foi aprovado na sessão na Câmara de Vereadores no dia sete de Dezembro de 2015 por unanimidade(veja abaixo).
Digo surpresa pois sabemos de resistência com relação a figura de Sepé Tiaraju, por pessoas influentes da cidade.
A lei foi até parar(a pedido) na Comissão de Bem Estar Social durante algumas semanas...
Que bom que não houve mal estar e tudo foi compreendido.

Nada mais correto da parte dos vereadores do que homenagear este líder nativo, filho de São Luiz Gonzaga.












Na foto recebendo do Prefeito, cópia da lei.




Temos mais ações para realizar com relação a esse símbolo do Rio Grande do Sul/Brasil. Aos poucos faremos.





Grupo de amigos Defensores da figura do Sepé São-Luizense e Missioneiro:
Da esq, para direita: José Renato Moura, Arno Schleder, Vinícius Ribeiro, Sávio Moura e Newton Alvim.





Um Mundo sem a Cultura, está a caminho da barbárie e do extremismo.
Ela nos aproxima das alturas e nos diferencia das bestas.


Para saber mais sobre Sepé Tiaraju, clique aqui:
http://viniciusribeiroescultor.blogspot.com.br/2007/09/blog-post_14.html