Translate

domingo, 30 de novembro de 2014

A mãe do Pajador

video
Toda homenagem aos vultos culturais é importante. Dessa maneira revitalizamos sua obra e ela não corre o risco de cair no esquecimento.
Foi isso que a RBS TV fez no programa Galpão Crioulo de hoje ao poeta e pajador são-luizense Jayme Caetano Braun(clique aqui para saber quem foi ele:http://viniciusribeiroescultor.blogspot.com.br/2007/09/blog-post_7622.html).

Faço uma pequena, mas importantíssima correção, referente ao que foi dito aos 2 minutos e 50 segundos, sobre suposta "...herança índia de sua mãe...".
A mãe do Jayme, dona Euclides Ramos Caetano Braun(minha parente), nunca foi índia. 
Não que isso seja demérito, cito isso pois não é verdade e muitas pessoas por desconhecimento teimam em repetir esse engano.

Ela gostava que a chamassem de "Quida" pois achava seu nome muito masculino. Tinha um raciocínio rápido  com toque de humor, característica de toda família Ramos a qual também pertenço. Quer saber de onde Jayme tem suas raízes poéticas? Então clique aqui:  http://viniciusribeiroescultor.blogspot.com.br/2009/07/10-anos-de-distancia.html

Acredito que esse persistente engano seja devido a poesia do Jayme chamada:
"Payada das Missões", nela ela diz ser:

"... Tetraneto de cacique,
Bisneto de curandeira
Trago um breve da parteira
Dos ranchos de pau a pique
Isso talvez justifique
Essa imponência baguala
Do cantor que quando fala
Do sorsal que quando canta
Brotam notas da garganta
Que até o silêncio se cala..."


Caso queira saber sobre a simples biografia que fiz desse vulto cultural do Rio Grande do Sul, favor clicar aqui: http://viniciusribeiroescultor.blogspot.com.br/2008/05/breve-histrico-de-jayme-caetano-braun.html

Abaixo reproduzo fotos de dona Euclides. Na primeira está com seu marido João Aloysio Braun e a outra com toda família.

  Para ver todo o programa do Galpão Crioulo, com demais atrações, favor clicar aqui:
http://redeglobo.globo.com/rs/rbstvrs/galpaocrioulo/noticia/2014/11/jayme-caetano-braun-foi-o-grande-homenageado-no-galpao-crioulo.html.



Aqui abaixo a poesia que me refiro, juntamente com imagens da construção do Monumento ao Pajador em São Luiz Gonzaga:


Nenhum comentário: